IMPRENSA

O que querem os jovens

Galeria de Fotos

Sempre surgiram perguntas que fazem as pessoas refletirem. Algumas delas são:

Qual é a melhor idade?
Quando se aproveita mais a vida?
Quando a vida parece ser mais irresponsável?
Quando a vida nos oferece mais oportunidades?
Essas perguntas ecoam nos ouvidos de um grupo, que hoje tem seu jeito de vestir, pensar, falar, inclusive de tomar todas as decisões sem mesmo perguntar, ou quando o fazem, é simplesmente por fazer, pois já tomaram suas decisões indiferentes dos resultados. A frase de Vanessa A. Reis diz: “não se apresse em querer que tudo aconteça no seu tempo, pois tudo o que vem antes é ruim, é sem doçura, é sem gosto. Mas tudo que vem no tempo certo de Deus é bem feito, é perfeito e suave. E é do jeitinho, ou ainda melhor do que o nosso coração”.
Todos, a uma voz, diriam que a melhor idade é a juventude, onde se aproveita mais a vida, se é mais irresponsável e as melhores oportunidades são oferecidas.  Entretanto, existe outra pergunta que tem sido esquecida pela maioria, e parece ser a mais significativa de todas: “Em tudo isso, onde fica Deus”? Afinal, será que Deus é um ser que só está interessado em nosso coração, ou seja, o que importa é o coração? (nesse caso, a sede dos pensamentos humanos). Em contrapartida, as Escrituras Sagradas (Bíblia), falam totalmente ao contrário, pois Paulo afirma: “Posso fazer qualquer coisa que eu quiser se Cristo não tiver dito "não", mas algumas dessas coisas não são boas para mim. Mesmo que me seja permitido fazê-las, eu recusarei, se achar que elas poderão ter um tal domínio sobre mim que não poderei facilmente parar quando quiser. Tudo é permitido, mas nem tudo convém. Tudo é permitido, mas nem tudo edifica. (I Co 6.12; 10.23. Bíblia VIVA e NVI).
Já o homem mais sábio, Salomão, escrevendo um de seus livros prega a seguinte mensagem: NÃO DEIXE O entusiasmo da mocidade fazer com que você esqueça o seu Criador. Honre a Deus enquanto você é jovem, antes que os dias maus cheguem, quando você não vai mais ter alegria de viver (Bíblia VIVA, Ec 12.1); e no final do capitulo ele ainda vai ser mais veemente em sua mensagem, quando diz: “As palavras do homem sábio nos forçam a tomar uma atitude. Elas explicam claramente verdades muito importantes. Os alunos que aprendem bem o que os professores ensinaram serão sábios. Mas meu filho, saiba logo: há tantas opiniões diferentes que é impossível contar. Você poderia estudar essas opiniões por toda a sua vida, ficar cansado de estudar, sem chegar ao fim! Esta é minha conclusão final, respeite a Deus e obedeça os Seus mandamentos. Isso é o resumo do que o homem deve fazer.  Porque Deus vai julgar todos nós por tudo o que fazemos, até por aquelas coisas que ninguém conhece, sejam elas boas ou ruins”. (Bíblia VIVA, Ec 12.11-14).
É interessante notar que as prescrições são enfáticas em dizer que nossas escolhas irão refletir durante a vida, inclusive na eternidade, ao ponto do Criador pedir conta de todas elas. O maior problema, é que cada vez mais cedo se busca apressar as coisas; mais cedo se quer descobrir sobre o sexo, sobre as drogas, e usa-se a expressão: “tudo que é proibido é melhor”! Seria essa uma razão para que se parasse e refletisse antes de fazer alguma coisa? Essa seria a razão mais importante antes de se tomar uma decisão? Ao invés de entregar-se ao sexo sem responsabilidade, às drogas, lícitas ou não, perguntar-se: “Isso seria bom para mim?” “Deus se agradaria de minha escolha?” Ou, quem sabe, fazermos jus à célebre frase do livro de Charles Sheldon, e que inspirou dois filmes com este mesmo título: “Em seus passos o que faria Jesus”?
Salomão afirma que de tudo o que se tem ouvido, a suma é:
Temer a Deus;
Guardar o seus mandamentos;
Pois este é dever de todo o homem (sentido genérico);
Conclusão de suas afirmações:
Deus julgará todas as obras dos homens;
Inclusive as ocultas (escondidas);
As boas e as ruins;
A juventude é sem duvida alguma o momento mais incrível da vida, porém, deve ser vivido de forma sábia e prudente, levando em conta a existência de Deus e que ao final de tudo, todos prestarão contas diante Dele. Antes de qualquer atitude, decisão, sendo um jovem cristão ou não, faça a seguinte pergunta: Jesus faria qual escolha?
Lembra-te do teu criador nos dias da tua mocidade. Deus os abençoe.