IMPRENSA

Cuidando do corpo, da mente e do espírito em meio à epidemia mundial

Galeria de Fotos

Por *Milene O. Freitas de Vargas

Minha saudação a todos os leitores. Nestes dias de aflição você deve confiar no cuidado do Senhor para a sua vida e meditar no propósito de Deus diante destes acontecimentos. Aproveite a oportunidade de levar a sua fé aos que neste momento podem estar com medo de serem infectados pelo Covid-19 ou com medo da morte. Que você possa ser alguém que influencia as pessoas e não apenas mais um dos que se alarmam com as notícias ruins. Que você possa seguir o exemplo deixado por Paulo em Atos 27.25, quando em meio à tempestade que durava já alguns dias, contagiou a todos os que estavam no barco com a sua coragem.
Conforme o local onde você reside, sua região pode estar com recomendações rígidas para que fique em casa. Isso significa que você deve estar isolado em sua casa já há algumas semanas e deixando de ter contato físico com pessoas que aprecia. Este período pode trazer consigo sentimentos de solidão, tristeza e insegurança.
Você deve lembrar que tão importante quanto cuidar do seu corpo, sua saúde mental também precisa de atenção. Como ser humano vivendo nesta terra, você está sujeito a aflições e sentimentos que podem fugir do autocontrole. É preciso reconhecer suas fraquezas e refletir se precisa da ajuda de um amigo ou do apoio de um profissional de saúde. Não tenha vergonha de pedir ajuda.
Aproveite esse tempo em casa para desfrutar de momentos de comunhão com Deus. Se não pode sair de casa, desfrute do tempo de qualidade com sua família. Fortaleça a sua fé e não perca a esperança de que tudo isso vai passar, pois você serve a um Deus que é eterno e está acima de todas estas coisas.

É sempre importante relembrar os cuidados de prevenção já amplamente divulgados pela imprensa. Do mesmo modo, é preciso que se mantenha cautela quanto às notícias falsas e alarmistas que surgem neste período.  Como enfermeira atuante em controle de infecção hospitalar, tenho a responsabilidade de promover a saúde das pessoas com o objetivo de educá-las para cuidar da saúde e prevenir doenças. Este vírus é transmitido pelo contato com gotículas respiratórias de pessoas infectadas e que podem encontrar uma porta de entrada em seu corpo quando, por exemplo, você passar as mãos contaminadas com o vírus nos olhos ou no nariz. Para isso, julgo necessário demonstrar os principais cuidados na prevenção da infecção pelo COVID-19 e esclarecer algumas informações que estão sendo amplamente divulgadas pela mídia:
- Higienizar freqüentemente as mãos: Esta é uma das principais medidas para você ficar distante do vírus. O álcool em gel 70°GL é um grande aliado contra o vírus, pois pode ser levado para onde você for. Para seu uso ser efetivo, deve ser friccionado de forma a abranger todas as áreas das mãos. Quando houver sujidade visível nas mãos, a higienização deve ser realizada com água e sabonete, lembrando que esta prática é suficiente para deixar suas mãos livres do vírus, não sendo necessário passar álcool em gel depois.
- Limpar com freqüência as superfícies: o vírus pode permanecer vivo por horas ou até dias fora do corpo humano, dependendo da superfície onde estiver depositado. A limpeza de objetos e superfícies pode ser realizada com sabão ou detergente. Este cuidado serve para remover o vírus que pode estar presente nestes locais.
- Evitar tocar nos olhos, nariz ou boca sem a prévia higienização das mãos: é muito importante manter a atenção quando andar em via pública e tocar em corrimão de escada ou de ônibus, por exemplo. Como já citado anteriormente, se as mãos estiverem contaminadas com o vírus, ele pode entrar no seu corpo ao passar as mãos no rosto.
- Aderir à etiqueta respiratória (ao tossir ou espirrar, nunca cobrir o nariz ou a boca com as mãos; deve ser utilizado lenço descartável ou a face interna do braço na altura do cotovelo): este é um cuidado para com as pessoas ao seu redor, para não espalhar gotículas expelidas pela tosse ou pelo espirro para os ambientes onde estiver e também para não transmitir o vírus através das suas mãos;
- Evitar circular por locais onde exista aglomeração de pessoas: como nem sempre se sabe quem pode estar doente ao seu redor, a proximidade e o contato físico com as pessoas aumentam a chance de transmissão do vírus;
- Manter ambientes bem ventilados: a circulação de ar para o ambiente externo leva consigo o vírus que pode estar circulando no ambiente interno;
- Ao chegar em casa: retirar o calçado antes de entrar, higienizar as mãos e manter a roupa utilizada separada das roupas limpas se não forem ser lavadas. Estes cuidados servem para não levar o vírus para dentro da sua casa;
- Beber bastante água: serve para manter a hidratação e a umidade nas mucosas do nariz e da boca, diminuindo a chance do vírus ficar acumulado e causar a infecção.
Estas recomendações servem também para a prevenção de várias doenças transmitidas pelo ar e pelo contato com secreções, devendo fazer parte de nossa rotina em comunidade, principalmente nos períodos de clima mais frio, quando existe a tendência dos ambientes permanecerem mais fechados e o nosso corpo ficar mais vulnerável a infecções causadas por vírus e bactérias.
Concomitante às orientações citadas acima, as medidas de isolamento/distanciamento social decretadas pelas autoridades de saúde da sua cidade ou região devem ser respeitadas. Quanto mais pessoas estiverem nas ruas, maior será a chance de haver a transmissão do vírus e um maior número de pessoas acaba sendo contaminada. A recomendação de sair de casa somente quando for extremamente necessário é uma medida de proteção para a sua saúde e a saúde da sua família.
Mesmo que você não concorde com isso, como cristão você desempenha um papel importante na sociedade e deve respeitar as instâncias superiores. Deus está cuidando de tudo e você pode descansar debaixo de Suas asas (para reflexão deixo Salmos 91), mas, ao mesmo tempo, através de muitos exemplos descritos na Bíblia, o Senhor ensina que você deve fazer a sua parte e seguir em obediência.

*Enfermeira e membro da IBC Betel São Leopoldo